Uma Paixão Por Pureza vs. Orações Passivas

Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. (Mateus 5:28-29)

Quando você está sendo sexualmente seduzido, você luta com a sua mente para dizer não à imagem e luta vigorosamente para preencher sua mente com imagens contrárias que destroem a imagem sedutiva? "Se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis" (Romanos 8:13). Muitas pessoas pensam que têm lutado com a tentação quando eles oraram por libertação, e esperaram que o desejo fosse embora. Isso é muito passivo. Sim, Deus trabalha em nós para que queiramos e façamos o que é prazeroso à Ele! Mas o efeito é que nós "efetuamos a nossa salvação com temor e tremor" (Filipenses 2:12-13). Arrancando nosso olho pode ser uma metáfora, mas significa algo muito violento. O cérebro é um "músculo" que deve ser exercitado com pureza, e no Cristão ele é fortalecido com o Espírito de Cristo.

Isto significa que nós não devemos dar à uma imagem sexual ou impulso mais do que cinco segundos antes de iniciar um contra-ataque violento com a mente. Estou falando sério! Cinco segundos. Nos primeiros dois segundos gritamos, "NÃO! Saia da minha cabeça!" Nos próximos dois segundos clamamos: "Oh Deus, em nome de Jesus, me ajude. Me salve agora. Eu sou seu/sua."

Bom começo. Mas é em seguida que a batalha real começa. Esta é uma guerra mental. A necessidade absoluta é retirar da nossa mente a imagem e o impulso. Como? Busque uma imagem contrária na sua mente. Lute. Empurre. Ataque. Não relaxe. Tem que ser uma imagem tão forte que a outra imagem não consiga sobreviver. Existem imagens e pensamentos que destroem a luxúria.

Por exemplo, alguma vez você já, durante os primeiros cinco segundos da tentação, ordenou que a sua mente fixasse o olhar na imagem de Jesus Cristo crucificado? Imagine. Você acabou de ver um decote convidativo a fantasias. Você tem cinco segundos. "Não! Saia da minha mente! Deus, me ajude!" Agora, ordene imediatamente a sua mente - você pode fazê-lo pelo Espírito (Romanos 8:13).

Ordene a sua mente a fixar os olhos em Cristo crucificado. Use toda sua habilidade de fantasiar-se para ver suas costas dilaceradas. Trinta e nove chicotadas deixou pouca pele intacta. Ele se ergue com sua respiração para cima e para baixo contra a áspera viga vertical da cruz. Cada respiração rasga ainda mais as feridas. O Senhor suspira. De vez em quando Ele grita por causa da dor intolerável. Ele tenta se soltar da madeira e os pregos enormes fincados em seu punho cortam até os nervos e Ele grita novamente de agonia e se firma em seus pés para aliviar os pulsos. Mas os ossos e nervos em seus pés perfurados são esmagados e ele grita novamente. Não há alívio. Sua garganta está ferida de tanto gritar e de sede. Ele perde o fôlego e pensa que está sufocando, e de repente seu corpo busca ar involuntariamente e todas as lesões se unem em dor. Na tormenta, Ele esquece da coroa feita de espinhos de mais de cinco centímetros e joga a cabeça para trás em desespero, mas um dos espinhos perpendiculares à cruz perfura a sua cabeça entrando mais de um centímetro. Sua voz atinge um tom soprano de dor e soluços tomam conta do seu corpo dilacerado pela dor, pois cada grito causa mais e mais dor.

Agora não estou mais pensando no decote. Estou no Calvário. Estas duas imagens são incompatíveis. Se você usar o músculo do cérebro para buscar - violentamente buscar com os músculos da sua mente - imagens de Cristo crucificado com a mesma energia criativa que você usa para buscar fantasias sexuais, você irá destruí-las. Mas você deve começar nos primeiros cinco segundos - e persistir.

Minha pergunta é: Você luta, ao invés de somente orar e esperar e tentar evitar? É imagem contra imagem. É uma guerra mental impiedosa e cruel, não somente oração e espera. Junte-se a mim nesta guerra sangrenta para manter minha mente e corpo puros pro meu Senhor e minha esposa e minha igreja. Jesus sofreu além do que podemos imaginar para "purificar para si um povo todo seu" (Tito 2:14). Cada grito e convulsão foi para matar a minha luxúria - "levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça" (1 Pedro 2:24).

Buscando pureza de coração a todo custo,

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org