Por Qual Morte Glorificarás a Deus?

Quando João escreveu o seu evangelho, Pedro já teria sido morto por Nero, o imperador romano. Assim, quando ele registrou as palavras de Jesus sobre a morte de Pedro que estava para chegar, ele conseguiu olhar para trás e interpretar o simbolismo usado por Jesus. Eis o que Jesus disse a Pedro, segundo a interpretação de João:

"Na verdade, na verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo, e andavas por onde querias; mas, quando já fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá, e te levará para onde tu não queiras. E disse isto, significando com que morte havia ele de glorificar a Deus. E, dito isto, disse-lhe: Segue-me." (João 21:18-19)

É um assunto bastante sério o ser avisado pelo Mestre e amigo de que se morrerá ao seu serviço. A afirmação é indireta e algo dissimulada, mas, provavelmente, Pedro entendeu o seu sentido. E vai saber qual foi o olhar de Jesus no instante em que proferiu estas palavras. Mas tal é o preço a pagar por seguir Jesus Cristo. Não é assim tão diferente do que ele prediz sobre cada um de nós. "Se alguém vier a mim, e não aborrecer... a sua própria vida, não pode ser meu discípulo." (Lucas 14:26). "Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guarda-la-á para a vida eterna." (João 12:25). "Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me." (Mateus 16:24). "E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu nome." (Lucas 21:16-17).

A tradição diz que Pedro foi crucificado de cabeça para baixo em Roma durante uma das várias perseguições de Nero nos anos 60 D.C. Eusébio, um antigo historiador da Igreja, escreveu, "consta que Pedro pregou em Ponto, Galácia, Bitínia, Capadócia e na Ásia aos judeus da Diáspora e, por fim, tendo ido a Roma, foi crucificado de cabeça para baixo, pois ele próprio havia pedido para sofrer" (História Eclesiástica, III, I).

Jesus predisse o martírio de Pedro. Jesus sabia como seria essa morte e quando exatamente ela teria lugar. Este profundo conhecimento poderia ter desencorajado Pedro, ou então poderia ter servido para lembrá-lo que, acontecesse o que acontecesse, o Senhor Jesus nunca é apanhado desprevenido. E não somente isto, mas Jesus pronunciou estas palavras após ressurgir triunfante da morte. Significava que "tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele." (Romanos 6:9). Assim sendo, Jesus estaria vivo e dominaria quando a hora de Pedro morrer chegasse. Ele estaria lá para ampará-lo, "e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos." (Mateus 28:20). E não apenas para ampará-lo na morte, mas para ressuscitá-lo: "se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita." (Romanos 8:11).

Jesus sabia que, na vontade de Pedro, haveria uma parte que não aceitaria esta morte: "outro te cingirá, e te levará para onde tu não queiras". Até mesmo Jesus clamou "Se é possível passa de mim este cálice!" (Mateus 26:39). Assim acontece com todos os que seguem os seus passos. Dor é dor, não é prazer. Somente um amor mais excelso te leva a abraçá-la quando a poderias evitar negando Cristo.

João disse que a morte de Pedro serviria para a glória de Deus, "E disse isto, significando com que morte havia ele de glorificar a Deus." O modo como João o diz deixa transparecer que ele considera todas as nossas mortes como decretadas para glorificar Deus. A diferença é: com que morte glorificaremos Deus?

Estás pronto para isto? Mostrarás quão grande é Deus na maneira como morrerás? Dirás, "Viver é Cristo e o morrer é ganho"? Vais chamar nomes bonitos a este inimigo feio, derrotado e atormentador? Será que a perda de toda a tua família terrena, amigos e posses esmorecerá a tua perspectiva de ver e estar com Cristo?

Após Jesus ter predito a morte horrível de Pedro, disse-lhe: "Segue-me."

"Saiamos com ele fora do campo". (Hebreus 13:13)

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org