Dons espirituais: Uma Implicação para a Oração não Respondida

Em primeiro lugar, vamos nos lembrar de algumas verdades sobre os dons espirituais de 1 Coríntios 12. Então, vamos notar uma implicação simples para a oração não respondida.

1. Deus quer que nós saibamos sobre os dons espirituais.

“Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes” (1 Coríntios 12:1).

2. Verdades objetivas sobre Jesus dominam experiências espirituais pessoais .

“Ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: "Jesus seja amaldiçoado"; e ninguém pode dizer: "Jesus é Senhor", a não ser pelo Espírito Santo.” (1 Coríntios 12:3).

3. Diferentes Cristãos possuem diferentes poderes espirituais dados a eles pelo Espírito Santo.

“Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo.” (1 Coríntios 12:4).

4. Por exemplo, estes diferentes poderes espirituais incluem os seguintes:

"Sabedoria . . . conhecimento . . . fé . . . cura . . . milagres . . . profecia . . . dom de discernir os espíritos . . . línguas . . . interpretação de línguas" (1 Coríntios 12:8-10).

5. O Espírito de Deus é soberano sobre quando e para quem Ele dá tais poderes.

“Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, conforme quer.” (1 Coríntios 12:11).

6. O objetivo de todos os dons é o bem comum da igreja.

“A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum.” (1 Coríntios 12:7).

7. A variedade de dons é como a variedade das partes do nosso corpo, tais como meus olhos e ouvidos, mãos e pés.

“O corpo não é composto de um só membro, mas de muitos.” (1 Coríntios 12:14).

8. Portanto, se um poder espiritual não é usado, é como o corpo humano que não ouve.

“Se todo o corpo fosse olho, onde estaria a audição?" (1 Coríntios 12:17).

9. Portanto, devemos nos beneficiar dos poderes espirituais que Deus nos dá por meio de outros.

“O olho não pode dizer à mão: 'Não preciso de você'" (1 Coríntios 12:21).

Agora, considere as implicações disso para a oração não respondida. Há mais do que uma razão pela qual nós podemos orar pelas coisas e ainda não recebê-las. As razões podem incluir 1) Porque nós não confiamos em Deus (Tiago 1:6); 2) Porque a resposta não iria glorificar a Cristo e nos santificar, na mesma medida que outra coisa iria (2 Coríntios 12:8-10); 3) Porque a resposta está vindo mais tarde do que pensamos (José esperou 13 anos antes de ver uma razão para as suas aflições, Gênesis 37-50).

Mas, aqui há uma razão pela qual não refletimos com frequência. Deus pode ter a intenção de nos dar a bênção que almejamos não diretamente em resposta à oração, mas indiretamente em resposta à oração — através do dom espiritual de outro crente. E a razão pela qual nós não recebemos a bênção é porque não nos beneficiamos do poder que Deus pretende canalizar através dos dons de Seu povo.

Por exemplo, os dons que Paulo menciona incluem sabedoria e curas e milagres. Isso implica que Deus quer que, algumas vezes, sabedoria, cura e outros tipos de milagres entrem em nossas vidas através de outros crentes ministrando para nós. Se isso não fosse verdade, não haveria razão em ter dons espirituais. Eles são uma maneira de Deus promover o "bem comum" da igreja.

Se orarmos e orarmos por alguma mudança que queremos ver, mas nunca considerarmos buscar o ministério de um irmão, nós somos como o olho que diz à mão, "Não preciso de você!" (1 Coríntios 12:21).

Portanto, em seus pequenos grupos (o qual é o lugar mais natural para tal ministério acontecer), busque a plenitude do "bem" de Deus (1 Coríntios 12:7), e ministre uns aos outros — e busque ser ministrado — nesta maneira.

Buscando toda a plenitude Dele com vocês,

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in physical form, in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For posting online, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. For videos, please embed from the original source. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org