Coisas Que Aprendi

Desde que meu pai faleceu, no dia 6 de março, tenho lido seus escritos. Encontrei uma pequena folha de papel com os seguintes quinze conselhos, entitulada "Coisas Que Aprendi". Ele não criou a maioria deles. Alguns vêm da época em que ele estava na faculdade enquanto ele absorvia a vigorosa sabedoria de Bob Jones "Pai". Eles confirmaram mais uma vez o óbvio: eu devo ao meu pai mais do que posso lembrar. O comentário após cada conselho é meu.

Coisas Que Aprendi

  1. O caminho certo sempre leva ao lugar certo; assim, siga o caminho certo e vá tão longe quanto puder nele.

    Meu pai era totalmente convencido de que meios errados não levam a fins certos. Ou, mais categoricamente, ele era convencido de que viver do jeito certo — ou seja, fazendo as coisas certas — é o meio que inevitavelmente leva aonde Deus quer que cheguemos. Por isso ele me disse, quando perguntei sobre a direção de Deus na minha vida, "Filho, mantenha limpo o aposento onde estiver e, no tempo de Deus, a porta para o próximo aposento irá se abrir".

  2. Há apenas uma coisa a se fazer quanto a qualquer questão; a coisa certa. Faça o que é certo.

    Isso é o que alguém poderia dizer para uma pessoa que está perplexa por causa uma situação difícil, da qual a consequência seja desconhecida. A pessoa pode dizer, "Eu não sei o que fazer quanto a isso". Não é inútil ouvir: Faça a coisa certa. Isso pode não lhe dizer exatamente qual a coisa boa a se fazer, mas clareia sua mente e descarta algumas más idéias.

  3. Felicidade não é encontrada ao procurar por ela. Você se depara com ela no caminho do cumprimento de seus deveres.

    Ai, ai. Como pode John Piper ter nascido desse homem? Eu nunca diria isso. A principal razão é que a Bíblia nos ordena a buscar a alegria repetidas vezes. "Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos". "Deleita-te também no Senhor". Eu creio que o que ele quis dizer foi: 1) A alegria está sempre em algo. A alegria em si não é o algo. Então nós buscamos alegria em Cristo. Não apenas alegria no geral. 2) Quando o dever é difícil e nós não sentimos alegria ao fazê-lo, devemos mesmo assim fazê-lo, e orar para que ao fazê-lo a alegria nos seja dada. Mas o que devemos deixar claro é que o dever não pode contrastar com a alegria, porque a alegria é um dever bíblico.

  4. A porta para o sucesso oscila nas dobradiças da oposição.

    Notavelmente, esse ditado implica que a oposição não é apenas um acessório ou antecedente do sucesso, mas que é um meio para que a porta se abra. Podem-se pensar em vários exemplos bíblicos. A oposição dos irmãos de José abriu a porta para sua liderança no Egito. A tributação do império abriu a porta para que o Messias nascesse em Belém, não Nazaré, cumprindo assim a profecia. A traição de Judas abriu a porta para a salvação do mundo.

  5. Deus no lugar certo em minha vida conserta qualquer outro relacionamento da vida (Mateus 6:33).

    Eu imagino se isso estava escondido na minha mente para que, sem perceber, eu criasse minha analogia do sistema solar com nossas vidas multifacetadas. Se Deus for o esplendoroso centro do sistema solar de nossas vidas, então todos os planetas se manterão em suas devidas órbitas. Se não, tudo sai do lugar.

  6. Nunca é certo conseguir a coisa certa do jeito errado — como boas notas, riqueza, poder, posição. Não sacrifique seus princípios.

    Novamente, ele bate na mesma tecla sobre não usar meios ruins para fins bons. Tenha princípios, não seja uma pessoa pragmática. Ó, como precisamos ouvir isso hoje em dia. Igrejas precisam ter princípios, não ficar interminavelmente se adaptando à cultura. As pessoas precisam fazer promessas e cumprí-las, não importa o quanto doa.

  7. É pecado fazer menos do que o seu melhor. É errado fazer [meramente] o satisfatório.

    "Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças" (Eclesiastes 9:10). Mas tome cuidado. Às vezes o "melhor" é um sermão nota 9 e passar um tempo com seu filho. Em outras palavras, o "melhor" sempre envolve mais decisões do que a que você está tomando no momento. Isso significa que muitas outras coisas estão sendo deixadas por fazer. Então o "melhor" é sempre o todo, não só o detalhe daquele momento.

  8. É errado se colocar sob o mesmo jugo de quem recusa o jugo de Cristo.

    Não se case com um incrédulo (1 Coríntios 7:39). Nem todos os relacionamentos com incrédulos devem ser descartados. Caso contrário nós não poderíamos obedecer a ordem de Jesus para amá-los e abençoá-los. Mas "jugo" implica uma conexão que, ou governa nosso ir e vir, ou obriga ir e vir do outro E você não pode obrigar a fé em Jesus, ela é livre.

  9. A parte do seu caráter que está deficiente é a parte que precisa de atenção.

    Esse é o contraponto do conselho: Siga seus pontos fortes. Há verdade nos dois. Sim, seja encorajado por toda evidência da graça de Deus na sua vida e use seus dons e graças para Sua glória. Mas você se tornará presunçoso e infrutífero se não buscar em si mesmo suas deficiências e trabalhar nelas.

  10. Não desista. Termine o trabalho. Deus não pode usar desistentes.

    Aviso: "Quem perseverar até ao fim, esse será salvo" (Marcos 13:13). Promessa: "Aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao Dia de Jesus Cristo" (Filipenses 1:6).

  11. Qualquer coisa que você faça que impeça seu progresso em Deus é errado.

    Oh, como sou grato que esse tenha sido o jeito que meu pai usou para me pressionar a buscar minha santificação. Ele não somente impôs a mim listas do que não fazer, apesar de que as tinhamos e eram bem claras. Sobretudo, ele disse: Maximize seu progresso em conhecer e servir a Deus. Isso já descartou centenas de comportamentos tolos, alguns maus e outros inultilmente inocentes.

  12. Tenha cuidado com qualquer sociedade onde você se sinta obrigado a calar seu testemunho.

    Isto implica que você pode entrar em um grupo de pessoas más se você estiver disposto a abrir sua boca e defender a Jesus e a justiça. Ainda assim, 1 Coríntios 15:33 diz: "Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes".

  13. Não é o suficiente ser bom. Seja bom por um motivo. A essência do Cristianismo não é purificação sem paixão.

    Isso é o que quis dizer quando falei sobre uma ética de meramente "evitar". Não pense apenas em retidão ou santidade em termos do que você evita, mas do que você faz. Como meu pai disse em outra ocasião: Não seja aquele que se nega; mas aquele que faz.

  14. Viver de forma positiva produz efeito(s) negativos.

    Esse é um sábio conselho, de que afirmar o que é bom sempre implica em negar o que é mau. Se você acha que pode viver a vida sem negar nada, você perdeu contato com a realidade. "Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem" (Romanos 12:9). Você não pode amar sem odiar o que fere seu amado.

  15. Aprenda a ser docemente firme.

    Isso foi o que ele disse à minha mãe por telefone quando ela estava irritada com seu filho desobediente: Seja doce e firme. Eu acho que ela foi bem sucedida.

Com contínua e profunda gratidão à sabedoria de meu pai,

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in physical form, in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For posting online, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. For videos, please embed from the original source. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org