Pelo Que a Igreja do Novo Testamento Orava

Eles oravam a Deus para vindicar a causa de seu povo.
Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? (Lucas 18:7).

Eles oravam a Deus para salvar incrédulos.
Irmãos, a boa vontade do meu coração e a minha súplica a Deus a favor deles são para que sejam salvos. (Romanos 10:1).

Eles oravam a Deus para direcionar o uso da espada.
Tomai a espada do Espírito, que é a palavra de Deus, com toda oração e súplica, orando em todo tempo... (Efésios 6:17-18)

Eles oravam a Deus por intrepidez para a proclamação.
Orem em todo tempo no Espírito... e também por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra, para, com intrepidez, fazer conhecido o mistério do evangelho (Efésios 6:18-19)
Agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a tua palavra (Atos 4:29).

Eles oravam a Deus por sinais e maravilhas.
Agora, Senhor... concede aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a tua palavra enquanto estendes a mão para fazer curas, sinais e prodígios por intermédio do nome do teu santo Servo Jesus. (Atos 4:29-30).
Elias era homem semelhante a nós e orou, com instância, para que não chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou, de novo, e o céu deu chuva, e a terra fez germinar seus frutos. (Tiago 5:17-18)

Eles oravam pela cura de companheiros feridos.
Façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor, e a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará (Tiago 5:14-15).

Eles oravam a Deus pela cura de incrédulos.
Aconteceu achar-se enfermo de disenteria, ardendo em febre, o pai de Públio. Paulo foi visitá-lo, e, orando, impôs-lhe as mãos, e o curou (Atos 28:8).

Eles oravam a Deus para expulsar demônios.
Respondeu-lhes: "Esta casta não pode sair senão por meio de oração" (Marcos 9:29).

Eles oravam a Deus por livramentos miraculosos.
Pedro, pois, estava guardado no cárcere; mas havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele... Considerando ele a sua situação [havia sido liberto], resolveu ir à casa de Maria, mãe de João, cognominado Marcos, onde muitas pessoas estavam congregadas e oravam (Atos 12:5,12).
Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto (Atos 16:25-26).

Eles oravam a Deus para levantar os mortos.
Mas Pedro, tendo feito sair a todos, pondo-se de joelhos, orou; e, voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te! Ela abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se (Atos 9:40).

Eles oravam a Deus para suprir as necessidade de suas tropas.
O pão nosso de cada dia dá-nos hoje (Mateus 6:11).

Eles oravam a Deus por sabedoria estratégica.
Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida (Tiago 1:5).

Eles oravam a Deus para estabelecer liderança nos postos avançados.
E, promovendo-lhes, em cada igreja, a eleição de presbíteros, depois de orar com jejuns, os encomendaram ao Senhor em quem haviam crido (Atos 14:23).

Eles oravam a Deus para enviar reforços.
Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara (Mateus 9:38).
E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram (Atos 13:2-3).

Eles oravam a Deus pelo sucesso de outros missionários.
Rogo-vos, pois, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e também pelo amor do Espírito, que luteis juntamente comigo nas orações a Deus a meu favor, para que eu me veja livre dos rebeldes que vivem na Judéia, e que este meu serviço em Jerusalém seja bem aceito pelos santos (Romanos 15:30-31).

Eles oravam a Deus por unidade e harmonia nos postos.
Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste (João 17:20-21).

Eles oravam a Deus por encorajamento da unidade.
[Nós estamos] orando noite e dia, com máximo empenho, para vos ver pessoalmente e reparar as deficiências da vossa fé? (1 Tessalonicenses 3:10).

Eles oravam a Deus por uma mente de percepção.
E também faço esta oração: que o vosso amor aumente mais e mais em pleno conhecimento e toda a percepção, para aprovardes as coisas excelentes e serdes sinceros e inculpáveis para o Dia de Cristo (Filipenses 1:9-10).

Eles oravam a Deus por conhecimento de sua vontade
Por esta razão, também nós, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que transbordeis de pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual (Colossenses 1:9).

Eles oravam a Deus para conhecê-lo melhor.
[Não cessamos de orar por vós e de pedir que] o Pai da glória vos conceda pleno conhecimento dele (Colossenses 1:9; cf. Efésios 1:17).

Eles oravam a Deus por capacidade para compreender o amor de Cristo.
Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai... a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento (Efésios 3:14,18-19).

Eles oravam a Deus por um sentimento mais profundo de esperança segura.
Não cesso de dar graças por vós, fazendo menção de vós nas minhas orações... para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos (Efésios 1:16,18).

Eles oravam a Deus por força e perseverança.
[Não cessamos de orar por vós e de pedir que] sejais fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória, em toda a perseverança e longanimidade; com alegria, (Colossenses 1:9,11)

Eles oravam a Deus por um sentimento mais profundo de poder neles mesmos.
Não cesso de dar graças por vós, fazendo menção de vós nas minhas orações... para saberdes... qual a suprema grandeza do seu poder para conosco, os que cremos (Efésios 1:16,19).

Eles oravam a Deus para que a fé deles não fosse destruída.
Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos (Lucas 22:32).
Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem (Lucas 21:36).

Eles oravam a Deus por uma fé maior.
E imediatamente o pai do menino exclamou: "Eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé!" (Marcos 9:24; cf. Efésios 3:17)

Eles oravam a Deus para que não caíssem em tentação.
Não nos deixes cair em tentação (Mateus 6:13).
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca (Mateus 26:41).

Eles oravam a Deus para que ele cumprisse seus propósitos.
Por isso, também não cessamos de orar por vós, para que o nosso Deus vos torne dignos da sua vocação e cumpra com poder todo propósito de bondade e obra de fé (2 Tessalonicenses 1:11).

Eles oravam a Deus para que eles fizessem boas obras.
[Não cessamos de orar por vós e de pedir que] vivais de modo digno do Senhor, para o seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra (Colossenses 1:10).

Eles oravam a Deus pelo perdão de seus pecados.
Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores (Mateus 6:12).

Eles oravam a Deus por proteção contra o maligno.
Livra-nos do mal (Mateus 6:13).

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org