Carta a um Incompleto, Inseguro Adolescente

Carta a um Incompleto, Inseguro Adolescente

Quatro anos atrás um adolescente em nossa igreja me escreveu para pedir um conselho sobre a vida em geral, e identidade em particular. Aqui está o que eu escrevi, com uma dose grande de autobiografia como ilustração.

Querido _________,

Minha experiencia vindo de uma adolescência introvertida, insegura, cheia de culpa, cheia de desejos imorais, egoísta, foi mais parecida com a de um girino se transformando em sapo do que a de uma larva em borboleta.

Larvas desaparecem dentro dos seus casulos e privadamente passam por uma transformação inexplicável sem ter ninguém assistindo (provavelmente é uma bagunça lá dentro) e depois o casulo cai e todo mundo fala, ah olha que bonita. Comigo não aconteceu dessa forma.

Sapos ao nascer são pequenos, pegajosos, e parecidos com peixes. Eles não são colocados de amostra no Sea World (parque famoso nos EUA, que exibe a vida submarina). Eles provavelmente são encontrados em uma piscina de um hotel, com uns 20 cm de lama verde no fundo, que no passado foi elegante, mas está abandonado faz uns 20 anos.

Mas aos poucos, porque eles são sapos santos por conta da predestinação e por DNA espiritual (nascidos denovo), eles nadam naquela lama verde e começam a parecer cada vez mais com sapos.

Primeiro, pés pequeninos aparecem dos lados do sapo. Estranho. Nessa fase ninguém pede a eles para dar um testemunho num encontro dos Atletas em Ação.

Depois outro par de pernas. Depois uma corcunda nas costas. Os peixes do lago já tem se afastado: "Ummm", eles falam, "esse dai não se parece mais com um de nós". Um sapo que só se desenvolveu até a metade não pertence em grupo nenhum.

Mas Deus é bom. Ele tem um plano e não é de fazer uma metamorfose fácil. Mas sim perfeita. Tem-se mil lições a aprender no processo. Nada é desperdiçado. A vida não está parada esperando por um evento magnifico. Isso é o que acontece com as larvas que estão dentro do casulo. Mas sapos estão expostos ao publico durante todo o processo tolo da sua mudança.

Eu acho que a chave pra mim foi encontrar ajuda no apóstolo Paulo, em C.S. Lewis e em meu pai, todos eles na minha opinião muito saudáveis espiritualmente, principalmente porque eles davam muito mais importância ao que estava ao redor deles do que a si mesmos.

Eles me mostraram que a verdadeira saúde mental não é gostar de mim mesmo, mas sim, interessar-me por tudo que está ao meu redor, que não seja eu. Eles eram o tipo de pessoas que se surpreendiam tanto com o fato de que as pessoas tinham nariz—não um nariz estranho, apenas um nariz — que para eles andar em uma rua movimentada era como se fosse uma visita ao zoológico. É claro que eles também tinham nariz, mas eles não conseguiam vê-lo. E porque interessar-se com o próprio nariz, quando se tem tantos outros parar observar de graça? Fascinante!

A capacidade desses homens de se surpreender era enorme. Eu me maravilhava e orava para que parasse de desperdiçar tanto tempo e tanta energia emocional pensando sobre mim mesmo. Eca, eu pensei. O que estou fazendo? Porque eu me preocupo sobre o que as pessoas pensam sobre meu respeito? Eu sou amado pelo Deus Altíssimo e ele está fazendo de mim um sapo que pula a uma distancia espetacular.

O texto mais importante da minha emergência a sapo veio da Segunda Carta aos Corintios 3:18 —

"E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória."

Essa é uma das maiores verdades que eu já descobri: Observar é transformar-se.

O ato de olhar para si mesmo tem que dar lugar ao surpreendimento com a glória. Quando isso acontece, há transformação. Se existe uma chave para maturidade, é esta. Contemple seu Deus em Jesus Cristo. E então você mudará de girino para sapo. Essa foi uma descoberta maravilhosa.

Certamente, (era o que eu pensava) eu nunca vou poder dar uma palestra a um grupo de pessoas, pois eu sou muito nervoso. E talvez eu nunca me casarei pois eu tenho muitas espinhas. As garotas da Universidade me assustam. Mas Deus me tem em sua mão (Filipenses 3:12), e ele tem um plano, um plano bom, e existe um mundo, visível e invisível, lá fora, para ser conhecido e maravilhado - porque destruir a minha vida passando tanto tempo pensando em mim mesmo?

Graças a Deus por Paulo, Lewis e meu pai. Hoje é tudo muito óbvio. A preocupação comigo mesmo é pequena demais para satisfazer os desejos do meu coração. O que eu queria provar e ver era algo grandioso, maravilhoso, bonito e eterno.

Começa com o observar da natureza e termina em ver Deus. Começa em literatura e termina em Romanos e Salmos. Começa com caminhadas na grama, por meio das florestas e lagoas, e termina em caminhadas nos nas altas planícies da teologia. Não que natureza, literatura, grama, florestas e lagoas desapareçam, mas eles se tornaram mais obviamente cópias e sinais.

Os céus estão mostrando a glória de Deus. Quando você passa dos céus para a glória de Deus, os céus deixam de ser gloriosos. Mas eles não são mais deificados quando você descobre o que eles estão dizendo. Eles estão apontando. "Os que habitam os confins da terra são tomados de medo à vista dos teus sinais; tu fazes exultar de júbilo as saídas da manhã e da tarde." (Salmos 65:8)

O que estão o amanhecer e o entardecer gritando com tanta felicidade? O Criador! Os céus estão acenando para nos juntarmos a eles. Mas se eu estou tão preocupado com a espinha no meu nariz, não vou nem olhar do lado de fora da janela.

Então meu conselho é o seguinte: seja paciente com a forma que Deus planejou para você se transformar num sapo muito feliz e saltitante. Não se contente com a idéia de ser um girino ou metade girino, metade sapo. Mas também não se surpreenda se o processo for estranho ou devagar.

Como me transformei em pastor? Como foi que eu terminei me casando? Só Deus sabe. Inacreditável. Então a transformação do que serás aos 34 anos também vai ser inacreditável. Continue no seu percurso e olhe. Olhe, observe. Tem tanto para se ver. A Bíblia é infinita. Olhe principalmente para a Bíblia. O outro livro de Deus, o não-autoritativo — natureza — também é infinito. Olhe. Olhe. Olhe. Olhando para a glória do Senhor nós estamos sendo mudados.

Eu amo você e acredito que Deus tem grandes planos pra você. Não se preocupe em ser um sapo cristão que pule alto. A alegria vem do que você .

Amado, você é um filho de Deus agora, e o que nós seremos não está claro ainda; mas nós sabemos que quando Ele aparecer nós seremos como Ele, porque nós O veremos como Ele é.

Tem outra metamorfose esperando pra acontecer. E ela fica cada vez melhor. Deus é infinito. Tem sempre mais pra se ver da glória dEle para uma mente finita e simples como a nossa. Não haverá tédio na eternidade.

Afetuosamente,

Pastor John

John Piper (@JohnPiper) is founder and teacher of desiringGod.org and chancellor of Bethlehem College & Seminary. For 33 years, he served as pastor of Bethlehem Baptist Church, Minneapolis, Minnesota. He is author of more than 50 books.