Declare a Glória Dele Entre as Nações

Salmos: Pensando e Sentindo Com Deus, Parte 6

Nessa mensagem final da série "Salmos: Pensando e Sentindo com Deus" eu quero me atingir a duas questões: canto e nações -musicas e missões- para glória de Deus. Estes são os que se destacam para mim no Salmo 96. Como nós deveríamos pensar e sentir com Deus sobre as nações e sobre cantar, e como eles estão associados nesse salmo e no tempo que há de vir? E como eles estão relacionados a Jesus?

Aqui está a forma na qual eu estou pensando sobre a sequência dessas mensagens. Depois da visão geral do Salmo 1 para estabelecer que os Salmos são as palavras de Deus e que os Salmos são canções, e por isso eles intentam moldar o nosso pensamento e o nosso sentimento, nós olhamos para a depressão espiritual e como ser desencorajado de forma boa (Salmo 42). Então nós olhamos para "culpa e arrependimento" e como ser quebrantado de forma boa (Salmo 51). Então, saindo desse desencorajamento e arrependimento, nós levantamos em gratidão e louvor bendizendo ao Senhor (Salmo 103).

Então, no último texto vimos que nós somos frequentemente combatidos de forma amarga amargamente e às vezes terrivelmente tratados e que o coração clama por justiça e pela punição dos nossos adversários (Salmo 69). E nós encontramos alívio para essa raiva na certeza de que os salmos imprecatórios serão cumpridos, e todos os maus serão devidamente punidos, na cruz de Cristo para aqueles que se arrependerem, ou no inferno para aqueles que não se arrependerem. Minha é a vingança, diz o Senhor. Quanto a você, ame o seu amigo. Deus irá cuidar daqueles que pecam contra você. Ninguém sai ileso acerca  de qualquer coisa no universo.

Jesus Cristo tem sido a chave e objetivo de todos esses Salmos. Eles não são completos sem ele. Então assim será hoje.

Feito para Propósitos Globais

Então agora com a nossa raiva aliviada, e nosso senso de justiça sustentado, e nossos corações cheios de gratidão por que " Quanto está longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões" (Salmo 103:12), e nossas bocas e almas cheias de bençãos ao Senhor por toda a sua bondade, o que poderia estar faltando? Para onde os Salms nos levam finalmente? A resposta é que Deus te fez para propósitos globais. Deus fez você para algo muito grande.

A Questão de Atingir as Nações

Você pode pensar que, quando o desânimo é passado e a culpa é aliviada e a raiva é atenuada e sua boca é cheia bênçãos, a razão para sua existência foi atingida. De certa maneira, você pode estar certo. Não haverá nada maior do que bendizer ao Senhor com louvor e gratidão transbordantes.

Mas há algo faltando. Deus não fez os seus caminhos conhecidos ou revelou sua glória ou mostrou suas obras maravilhosas apenas para você, ou para o seu grupo étnico apenas. Ele fez isso tendo em vista as nações -todas as nações, não estados políticos, mas nações como a Nação Cherokee, a Nação dos Navaho, a Nação dos Waorani. "Povos” é como o Salmo os chama. Então a primeira questão que nós iremos atingir é a questão das nações.

Pelas as Nações

Acompanhe comigo o foco em nações neste Salmo. O salmista diz que o povo de Deus deveria fazer pelo menos três coisas pelas nações.

1. Declarar a Glória de Deus

Primeiro, declare a elas a verdade sobre a Glória de Deus e suas obras e sua salvação. Versos 2-3: "Cantai ao SENHOR, bendizei o seu nome; anunciai a sua salvação de dia em dia. Anunciai entre as nações a sua glória; entre todos os povos as suas maravilhas." Anunciai a sua salvação, anunciai a sua glória, anunciai as suas maravilhas. Faça isso "entre as nações." Faça isso "entre todos os povos." Todos eles. Não deixem nenhum de fora. Verso 10: Adicione à sua declaração a mensagem do reinado de Deus sobre as nações. "Anunciai entre as nações; ‘O Senhor reina!’"

2. Convoque as Nações a se juntarem

Segundo: Convoque as nações a se unirem ao povo de Deus em atribuir glória a Deus e cantar louvores a ele. Verso 7: "Dai ao Senhor, ó famílias dos povos, dai ao Senhor glória e força.” Verso 1: “cantai ao Senhor, todos os moradores da terra.” (Salmos 96:1). Então, não apenas conte a terra os fatos sobre a grandiosidade e a glória de Deus; convide-os a juntarem-se a você em louvá-lo. Chame-os para a salvação deles. Todas as nações devem se dobrar diante do único e verdadeiro Deus de Israel, o qual conhecemos agora como Pai do nosso Senhor Jesus Cristo o Messias.

3. Avise-os do julgamento

Terceiro, não apenas declare sua glória a eles, e não apenas convoque eles a se juntarem em atribuir glória a ele, mas avise-os que a razão pela qual eles devem faazer isso é que eles estão confiando em falsos deuses e julgamento está chegando para todas as nações. Verso 5: “Porque todos os deuses dos povos são coisas vãs; mas o Senhor fez os céus.” Verso 10: “ Dizei entre as nações: O Senhor reina! O mundo também se firmará para que se não abale. Ele julgará os povos com retidão.” Verse 13: “porque vem, porque vem a julgar a terra; julgará o mundo com justiça e os povos, com a sua verdade.” (Salmos 96:13).

Em outras palavras, quando ele diz, “cantai ao Senhor, todos os moradores da terra,” e, “Anunciai … entre todos os povos, as suas maravilhas” e, “Porque grande é o Senhor e mui digno de ser louvado, temível mais que todos os deuses,” e “ tremei diante dele todos os moradores da terra,” e, “Porque todos os deuses dos povos são coisas vãs,” ele realmente quer dizer todos. O Deus dos Salmos reinvindica a fidelidade de todos os povos. Todos eles—em todas a sua inimaginável diversidade de cultura e religiões.

Todas as Nações, Todos os Povos

Não deixe de fora, o salmo implca, nenhuma nação, nenhum povo, nenhuma família—todos eles devem ser convertidos ao Deus vivo e verdadeiro e abandonar todos os seus outros deuses. Não deixe que nenhuma tendência de multiculturalismo (elas não têm o amor de Deus) te faça retroceder do amável trabalho de convocar todos os povos de todas as outras religiões a se arrependerem e atribuir glória ao único e verdadeiro Deus vivo.

Preste atenção a isto (não do Salmo 96) e veja se você pode imaginar de onde vem:

"eu te louvarei entre os gentios (nações) e cantarei ao teu nome." E outra vez diz: "Alegrai-vos, gentios (nações), com o seu povo." E outra vez: "Louvai ao Senhor, todos os gentios, e celebrai-o todos os povos." E outra vez diz Isaías: "Uma raiz em Jessé haverá, e, naquele que se levantar para reger os gentios (nações), os gentios (nações) esperarão." (Romanos 15:9-12)

Estas são citações dos Salmos, Deuteronômio, e Isaías empilhadas pelo apóstolo Paulo para sustentar o que? A vinda de Jesus como o Messias para todas as nações. Aqui está o contexto (versos 8-9): “Digo, pois, que Jesus Cristo foi ministro da circuncisão [os Judeus], por causa da verdade de Deus, para que confirmasse as promessas feitas aos pais; e para que os gentios (as nações) glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito . . .” Então vem as promessas do Velho Testamento convocando todas as nações para louvar a Deus pela sua misericórdia, isto é, pela obra de Jesus Cristo na crus ao morrer por pecadores e tornando a misericórdia possível para rebeldes, gentios como nós.

Feitos para cantar sobre a Glória

Como você deveria se sentir sobre esta ênfase a todas as nações, e todos os povos no Salmo 96? E no Novo Testamento? Deus  não nos está contando isto por propósitos de nos sentir exaustos, mas por propósitos de nos sentir extremamente animados. E eu quero dizer tanto missionários que vão quanto os que enviam missionários—todos nós que cremos no único Deus vivo, completamente no Deus-homem Jesus Cristo.

Por que eu digo isto? Veja o verso 1. Este impulso missionário por todas as nações está fluindo de cantar e chamar para o canto, “Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todos os moradores da terra.” Esta é uma missão com cânticos. Esta é a forma que você se sente quando seu time ganha o Campeonato de Boliche, ou a Copa do Mundo, ou o Campeonato estadual—só que mil vezes mais grandioso. “Anunciai entre as nações a sua glória; entre todos os povos, as suas maravilhas.” Nós estamos falando de glória. Nós estamos falando de obras maravilhosas, não obras entediantes. Nem obras ordinárias. Nós temos provado e visto que este Deus é mais grandioso do que todas as outras grandiosidades. “ grande é o Senhor e digno de louvor” (verse 4). Nós somos em extremo animados por conhecer ele e por cantar para ele e convocar o mundo para cantar conosco para ele.

Você foi feito para isso. Quero dizer todos vocês que dizem de coração, “Jesus Cristo é o Senhor.” Quando você confessa Jesus como o Senhor do Universo, você é inscrito para uma significância além dos seus sonhos. Quero dizer homens de negócios, donas de casa, estudantes. Pertencer a Jesus é abraçar nações pelas quais ele morreu e as quais ele irá reinar. Seu coração foi feito para isso, e sempre haverá uma séria ou suave doença em sua alma até você abraçar este chamado global.

A Maior Causa de Todas

Ouça J. Campbell White, o primeiro secretário do Movimento Missionário Layman nos primeiros anos após 1900. Este movimento nasceu entre homens de negócio que foram capturados por uma ambição santa de ficarem por trás do que Deus esatava fazendo no massivo Movimento Voluntário de Estudantes. Aqui está o que o líder principal entre laymen disse:

A maior parte dos homens não estão satisfeitos com os permanentes resultados de suas vidas. Nada pode satisfazer completamente a vida de Cristo dentro destes seguidores exceto a adoção do propósito de Cristo para com o mundo que Ele veio redimir. Fama, prazer e riquezas são nada mais do que cascas e cinzas em contraste com a alegria permanente e sem fronteiras de trabalhar com Deus pelo cumprimento de seus eternos planos. Os homens que estão pondo tudo debaixo do empreendimento de Cristo estão recebendo desta vida seus mais doces e inestimáveis recompensas. (J. Campbell White, “The Layman’s Missionary Movement,” na Perspectives on the World Christian Movement: A Reader, 225)

Como poderíamos nos sentir sobre o propósito global de Cristo Jesus de ser glorificado entre todas as nações? Você deveria sentir que esta causa é a consumação da sua significância na vida. Muitos outras coisas são importantes na vida. Mas esta é a maior de todas as causas. Todo seguidor do Senhor dos Senhores e Rei dos Reis abraça este propósito e encontra a consumação da sua razão de viver em ser parte deste grande propósito de Deus de ser glorificado entre todas as nações.

Impressionantes Movimentos entre as Nações

E qual é a situação entre as nações hoje? Movimentos impressionantes estão tomando lugar enquanto Deus ajunta seus eleitos de todas as nações e envia sua Igreja para todas as nações. Europa e America não são mais o centro de gravidade no Cristianismo. O centro está mudando para o sul e para o leste. América Latina, África, e Ásia estão experimentando crescimentos fenomenais e estão se tornando as grandes igrejas dentre as que enviam. Leia sobre isso nos livros de Philip Jenkins, “The Next Christendom” e “The New Faces of Christianity".

Mas eu pleiteiaria que todos vocês se tornassem familiar com o Joshua Project e o People Groups. Ali você descobre quais nações, no sentido bíblico, realmente são estas e quantas são e o quanto elas são alcançadas ou não alcançadas pelo evangellho. Joshua Project diz que existem 1,569 grupos de pessoas não engajados (nenhum missionário ou igreja), e 6,747 grupos quase inalcançados (menos do que 2% de evangélicos). Como eu agradeço a Deus por haver pessoas fazendo este difícil trabalho de pesquisa para nos ajudar a conhecer a tarefa que ainda resta diante de nós. Vá a estes sites, e comece a aprender qual é a situação global. E então sonhe como sua vida pode ser mais completamente envolvida em declarar sua glória entre as nações, suas obras maravilhosas entre todos os povos, tanto no ato de ir e de enviar.

Como você deveria se sentir sobre as nações do mundo? Uma paixão pela salvação deles e uma vibração por Deus governar sobre todos eles e nos chamar para sermos seus emissários para todos eles com as melhor notícia do mundo, e que ele terá um povo próprio dele de todas as nações, cantando a ele e atribuindo glória e força a seu Filho. Você foi feito para este tipo de alegria. Todas as outras alegrias dos Salmos, todas as outras emoções dos Salmos, estão nos trazendo aqui: a glória de Deus celebrada e cantada por todos os povos da terra.

O que nos traz a nossa segunda questão a ser considerada nesta mensagem: o Cantar.

Considerando a Questão do Cantar

Os versos 1 e 2 tremulam como uma bandeira sobre toda a ênfase nas nações neste Salmo, e eles são completamente sobre o cantar. “Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todos os moradores da terra. Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome; anunciai a sua salvação de dia em dia.” Por que você iniciaria um salmo sobre o alcance global do reino de Deus e o dever de “anunciar a sua salvação de dia em dia” e de “Anunciar entre as nações a sua glória”—por que vvocê iniciaria tal salmo com o comando de cantar para o Senhor um cântico novo?

A resposta é simples: Você não pode convocar as nações para cantar se você não estiver cantando. E nós estamos convocando as nações a cantar. Verso 1: “Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todos os moradores da terra.” Verso 11 diz, “Alegrem-se os céus, e regozije-se a terra.” Mesmo a natureza está sendo convocada para se alegrar. E cantar é a consumação desta alegria e deste deleitar-se. Este salmo está nos chamando para disseminar uma paixão pela supremacia de Deus em todas as coisas, para a alegria de todos os povos. E então para convocar eles a atribuir glória a Deus com cânticos. Este é o negócio mais difícil e mais feliz em todo o mundo.

E você não pode convocar as nações a cantar se vocẽ não estiver cantando. Então deixe-me sugerir por que neste contexto missionário global o salmo enfatizaria cantar novos cânticos. Note que estes novos cânticos são “para o Senhor.” Não apenas sobre o Senhor. Verso 1: “Cantai ao Senhor um cântico novo.” Não é errado cantar sobre o Senhor. Os Salmos fazem isso o tempo todo. Mas quando novos cânticos estão sendo compostos e cantados “para o Senhor,” algo está acontecendo na igreja. É um sinal de uma vibração e vida incomum. As pessoas não estão apenas vivendo dos insumos das gerações anteriores, mas eles estão lidando de forma vibrante com o Deus vivo e seus cânticos estão sendo cantados para ele. Ele é real. Ele é pessoal. Ele é conhecido. Ele é precioso. Ele é presente. Adoração é mais intensa e mais pessoal e mais envolvente.

Um Novo Cântico nos Nossos Dias

Este é o chamado que o salmo faz, e isto é o que tem acontecido durante toda a minha vida adulta. Ao redor do mundo há um novo cântico e uma nova vibração e um novo engajamento no cantar para o Senhor. E a coisa realmente surpreendente do nosso tempo é a forma que este despertar de cantar para o Senhor com novos cânticos seja um sabor global e missionário tão forte. Para o meu conhecimento cantar nunca esteve mais na dianteira das missões como o é hoje.

Deus está fazendo algo maravilhoso noo cumprimento do Salmo 96. Isto é muito maior do que qualquer igreja, ou qualquer grupo étnico, ou qualquer região do mundo. A igreja global está cantando—cantando para o Senhor, cantando novos cânticos, e cantando sobre o senhorio de Deus sobre ass nações.

E eu simplesmente diria: Não deixe passar o que Deus está fazendo. Seja parte disso. Tome as nações em seu coração. Pense da forma correta acerca dos propósitos globais de Deus. Tenha sentimentos profundos sobre suas obras maravilhosas. Cante com todo seu coração para o Senhor. E se torne uma parte do convocar as nações a se juntarem a você

O Centro do Nosso Cantar

E que o centro do nosso cantar seja o mesmo centro do novo cântico que cantaremos na era porvir, ou seja, o cântico do cordeiro que foi morto.

E cantavam um novo cântico, dizendo: "Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo, e nação; e para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra." (Apocalipse 5:9-10)

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org