Aos Pregadores da Prosperidade: Estimulem a Fé em Deus

Article by

Founder & Teacher, desiringGod.org

Esse é o quinto artigo em uma série de doze. O conteúdo é um segmento chamado "Doze apelos aos Pregadores da Prosperidade", presente na nova edição do livro Alegrem-se os Povos.

A razão do escritor da carta aos Hebreus nos dizer para contentar-nos com o que temos é que o oposto implica menos fé nas promessas de Deus. Ele diz, "Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei. E assim com confiança dizemos: O Senhor é o meu ajudador, e não temerei O que me possa fazer o homem." (Hebreus 13:5-6).

Por um lado, nós devemos confiar no Senhor para ser o nosso ajudador. Ele irá prover e proteger. E, nesse sentido, existe uma medida de prosperidade que Ele nos dará. "De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;" (Mateus 6:32). Mas, por outro lado, quando se diz "Mantenha a sua vida livre do amor pelo dinheiro, e contente-se com o que você tem" porque Deus promete nunca nos deixar, isso deve significar que podemos facilmente passar de confiar em Deus para as nossas necessidades, para usar Deus para o nosso querer.

A linha entre "Deus me ajude" e "Deus faça-me rico" é real, e o autor da carta aos Hebreus não quer que nós a cruzemos. Pregadores devem ajudar o seu povo a lembrar-se e reconhecer esta linha ao invés de falar como se ela não estivesse lá.