Quatro formas que Deus Guia Seu povo

1 de Outubro de 1996

Eu vejo pelo menos quatro maneiras que Deus nos guia de acordo com a Sua vontade. Eu as coloco em quatro "Ds" para ser mais fácil de lembrar.

1) Decreto Deus soberanamente decreta e planeja circunstâncias que nos levam ao ponto onde Ele quer que cheguemos mesmo se não temos nenhuma participação consciente em chegar lá. Por exemplo, Paulo e Silas foram colocados na prisão, e por conta disso tanto o carcereiro quanto toda a sua família creram em Deus (Atos16:24-34). Esse era o plano de Deus, mas não de Paulo. Deus age dessa forma frequentemente - nos colocando em lugares onde não tínhamos planejado ou decidido ir. Esta é a liderança de decreto. Essa é uma forma especial dentre as outras três porque inclui as outras (já que os decretos de Deus incluem todas as nossas decisões) e também porque é infalível (já que "nenhum dos teus [de Deus] propósitos pode ser frustrado" Jó 42:2). As outras três formas que Deus nos lidera envolvem sermos guiados conscientemente.

2) Direção Essa é simplesmente o que Deus faz quando nos dá os comandos e os ensinamentos da Bíblia. Eles nos direcionam especificamente sobre o que fazer e o que não fazer. Os Dez Mandamentos são um exemplo. Não roube. Não mate. Não minta. Ou o Sermão do Monte: Ame os seu inimigos. Ou as Epístolas: Seja cheio do Espírito Santo. Revesti-vos com humildade. Essa é a liderança de direção. Deus revela Suas direções na Bíblia.

3) Discernimento: A maioria das decisões que tomamos não estão especificamente escritas na Bíblia. Discernimento é como seguimos a direção de Deus pelo processo de aplicação espiritualmente sensível da verdade bíblica nas particularidades da nossa situação. Romanos 12:2 descreve isso: "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." Nesse caso Deus não declara especificamente o que fazer. Mas Seu Espirito ajusta a nossa mente e o nosso coração usando a Palavra e nossas orações para que tenhamos inclinações para o que trará mais glória a Ele e mais ajuda ao próximo.

4) Declaração: Essa é a forma mais incomum que Deus usa para nos guiar. Ele simplesmente declara para nós o que devemos fazer. Por exemplo, de acordo com Atos 8:26, "Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai em direção do sul pelo caminho que desce de Jerusalém a Gaza." E também de acordo com Atos 8:29, "Disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro."

* * *

Note três implicações. Primeiro, nós podemos sempre confiar nosdecretos de Deus. Eles serão sempre para o nosso bem se O amamos e somos chamados segundo o Seu propósito (Romanos 8:28). Isso deve remover preocupação de nossas vidas e nos trazer paz ao procurarmos seguir a "dirigida", "discernida" e "declarada" liderança do Senhor.

Segundo, existe a implicação que a liderança de decreto de Deus pode trazer atos que são contrários a Sua liderança através da direção, discernimento ou declaração. Em outras palavras, Ele pode direcionar, "Não matarás", masdecretar a morte do seu Filho (Atos 4:28). Existem mistérios aqui, mas está claro em vários outros lugares na Bíblia que Deus deseja que certas coisas aconteçam as quais Ele proíbe em Sua Palavra.

E finalmente, a confiança de que estamos no caminho certo com Deus em cada uma dessas lideranças aumenta quando nós passamos da final para o topo da lista. Declaraçõespercebidas subjetivamente de Deus são as menos comuns e mais facilmente abusadas de todas as formas que Deus nos guia. A nossa confiança de que sabemos a vontade de Deus neste método não será tão grande quanto quando usamos as outras formas que estão diretamente ligadas à palavra escrita de Deus. Discernir o que fazer de acordo com os princípios bíblicos quando não temos um comando especifico em como agir exatamente, nos dará menos segurança do que quando temos uma direção explicita na Bíblia. E a verdade que Deus é soberano e lidera todas as circunstâncias é a base da nossa confiança sobre todo o resto. É um bom lugar para descansar.

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in physical form, in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For posting online, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. For videos, please embed from the original source. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org