Como o Hedonismo Cristão se Relaciona com o Evangelismo?

Uma das premissas básicas do Hedonismo Cristão é que a alegria, a qual é nosso dever Cristão de perseguir, não alcance seu clímax em uma comunhão particular com Deus. Antes, ela alcança sua extensão completa somente quando é combinada com a alegria de ver outros compartilhando-a conosco. E essas não são duas alegrias diferentes, como se a bondade do homem de alguma forma competisse com a glória de Deus. Compartilhar uma alegria é ter essa alegria realizada.

Evangelismo é uma palavra usada para descrever as diferentes maneiras que Deus nos usa, juntamente com Sua Palavra e Espírito, para transformar incrédulos em pessoas cujo grande deleite em suas vidas é conhecer e confiar nEle. Portanto, sob a direção de Deus, nosso objetivo no evangelismo é ser Seus instrumentos para a criação de novas pessoas que se deleitem nEle através de Jesus Cristo e assim nos traga grande alegria. Não há escapatória: se nós, pela graça de Deus, formos bem sucedidos no evangelismo, nós seremos mais felizes. Nossa alegria em Deus será aumentada. Será que isso implica que nós apenas sairemos por aí ganhando almas, para nos vangloriar, sem realmente nos importarmos com o bem-estar dessas pessoas? Não! É o bem-estar infinito e eterno dessas pessoas que nos faz felizes. A única coisa da qual nos orgulhamos é a gloriosa graça de Deus. Ele está trabalhando em nós e nos novos convertidos para nos transformar, gradualmente, no tipo de pessoa que ama a Deus acima de tudo e que, assim, inevitavelmente irá fazer um ao outro feliz.

Aprendendo Com a Experiência

Nós não admiramos as pessoas que têm as virtudes que mais valorizamos? E a admiração não é um prazer tremendo? (Veja como as pessoas amam torcer e falar sobre seus heróis). Você não pode então sentir um desejo inflamado em seu coração para que Deus o use para criar, dos incrédulos, pessoas que têm a virtude que você mais valoriza—uma rejubilante fé em Deus? É trágico deixar tantas pessoas seguirem suas vidas sem admirar a Deus. Nós poderíamos estar apreciando sua adoração a Deus ao invés de lamentar a desonra que fazem a Ele.

Portanto, o evangelismo não visa necessariamente as pessoas que gostamos; ele visa criar pessoas que gostamos—pessoas que admiramos por seu amor a Deus. O evangelismo é praticado na esperança de criar novas pessoas com as quais será um prazer estar junto, porque elas admiram mais Aquele que nós admiramos mais. Existem todos os motivos para um Cristão Hedonista dar testemunho de sua fé e assim ser como o Apóstolo João em sua primeira carta, que diz, "estas coisas vos escrevemos, para que o nosso gozo seja completo" (1 João 1:4).

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org