Se Deus Permite que Haja Doenças, Porque Tentamos Erradicá-las?

Esta questão surge a partir do ensino bíblico de que todas as coisas estão em última instância, sob o controle de Deus. "O meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade" (Isaías 46:10). "Tudo o que o Senhor quis, Ele o fez, no céu e na terra, nos mares e em todos os abismos" (Salmo 135:6). "E segundo a sua vontade, Ele opera com o exército do céu e os moradores da terra, e não há' quem possa estorvar a sua mão, e lhe diga:" Que fazes?" (Daniel 4:35). "[Ele] faz todas as coisas segundo o conselho de sua vontade" (Efésios 1:11).

Isto significa que Deus governa sobre toda calamidade e todas as doenças. Satanás é real e tem uma parte nisto, mas não tem a decisão final e não pode fazer nada além do que Deus permite (Jó 1:12-2:10). E Deus não permite que as coisas sejam feitas em vão. Ele as permite por uma razão. Há infinita sabedoria em tudo que ele faz e tudo o que ele permite. Então, o que ele permite é parte de seu plano tanto quanto o que ele faz mais diretamente.

Portanto, isto levanta a uma questão: Se Deus permite doenças, porque tentamos erradicá-las? Esta é uma questão crucial para mim, porque eu tenho ouvido cristãos recentemente dizer que crer na soberania de Deus impede os cristãos de trabalhar arduamente para erradicar doenças como a malária, tuberculose, câncer e AIDS. Eles acham que a lógica funciona assim: Se Deus soberanamente permite todas as coisas, incluindo a malária, então estaríamos lutando contra Deus em investir milhões de dólares para encontrar uma maneira de eliminá-la.

Essa não é a lógica que a Bíblia ensina. E não é o que os Calvinistas têm historicamente acreditado. Na verdade, os amantes da soberania de Deus estão dentre os mais ousados cientistas que contribuíram para subjugar a criação e trazê-la sob o domínio do homem para o seu próprio bem - assim como o Salmo 8:6 diz: "Fazes com que [o homem] tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés."

A lógica da Bíblia diz: Aja de acordo com "a vontade de comando" de Deus, não de acordo com a sua "vontade de decreto". "A vontade de decreto" de Deus é tudo que vier a acontecer. "Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo" (Tiago 4:15). A "vontade de decreto" de Deus determinou que seu Filho fosse traído (Lucas 22:22), ridicularizado (Isaías 53:3), zombado (Lucas 18:32), flagelado (Mateus 20:19), abandonado (Mateus 26:31) transpassado (João 19:37), e morto (Marcos 9:31). Mas a Bíblia ensina-nos claramente que não devemos trair, ridicularizar, zombar, flagelar, abandonar, transpassar, ou matar pessoas inocentes. Essa é a "vontade de comando" de Deus. Nós não olhamos para a morte de Jesus, claramente determinada por Deus, e concluímos que a morte de Jesus foi boa e que devemos nos juntar aos escarnecedores.

Da mesma forma, nós não olhamos para a devastação da malária ou AIDS e concluímos que devemos nos unir aos estágios de indiferença. Não. "Ame o seu próximo" é a vontade comandada por Deus (Mateus 22:39). "Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você" é a vontade comandada por Deus (Mateus 7:12). "Se o teu inimigo tem fome, dá-lhe de comer" é a vontade comandada por Deus (Romanos 12:20). Os desastres que Deus ordena não são destinados a paralisar o seu povo com indiferença, mas mobilizá-los com compaixão.

Quando Paulo ensinou que a criação ficou sujeita à vaidade (Romanos 8:20), ele também ensinou que essa sujeição foi "na esperança de que a própria criação seria libertada da escravidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus"(v. 21). Não há razão para que os cristãos não adoptem esse chamado agora. Deus irá concluí-lo na era futura. Mas é bom vencer quantas doenças e sofrimentos nós pudermos agora, em nome de Cristo. .

Na verdade, gostaria de agitar a bandeira agora e convocar alguns de vocês para entrar em grupos de pesquisas que podem ser o meio de desfazer algumas das maiores doenças do mundo. Isto não é estar lutando contra Deus. Deus é tanto responsável pela pesquisa quanto Ele é pela doença.Você pode ser um instrumento na mão d'Ele. Esse pode ser o tempo designado para o triunfo que ele quer trazer sobre as doenças que Ele ordenou. Não tente ler a mente de Deus pela seus misteriosos decretos de calamidades. Faça o que ele diz. E o que ele diz é: "Faça o bem a todos" (Gálatas 6:10).

Desejando aliviar sofrimentos com você,

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org