Mate a Ira Antes que Ela Mate Você ou Seu Casamento

No casamento, a ira e a luxúria competem como assassinos. Minha opinião é que a ira é um inimigo pior que a luxúria. A ira também destrói outros tipos de relacionamento. Algumas pessoas têm mais raiva do que imaginam, porque ela tem disfarces. Quando a força de vontade impede a raiva, a ira fica ardendo no íntimo, e os dentes da alma rangem com frustração. Ela pode manifestar-se em lágrimas que parecem mais com mágoa. Mas o coração aprendeu que esse pode ser o único jeito de magoar de volta. Pode manifestar-se como silêncio porque resolvemos não brigar. Pode aparecer em críticas exigentes e correções severas. Pode atingir pessoas que não têm nada a ver com a origem da raiva. Ela frequentemente se sentirá justificada pela causa ser um erro. Afinal de contas, Jesus sentiu raiva (Marcos 3:5), e Paulo disse: "Irai-vos e não pequeis" (Efésios 4:26).

No entanto, "raiva boa" entre pessoas caídas é rara. Foi por isso que Tiago disse: "Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus." (Tiago 1:19-20). E Paulo disse: "Quero, portanto, que os varões orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem animosidade." (1 Timóteo 2:8); "Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia." (Efésios 4:31).

Portanto, uma das maiores batalhas da vida é aquela para manter a ira "longe de nós", não apenas controlar suas manifestações. Para te ajudar a lutar nessa batalha, aqui estão nove armas bíblicas:

1. Considere o direito que Cristo tinha de se irar, mas como Ele suportou a cruz, como um exemplo de longanimidade.

"Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos" (1 Pedro 2:21)

2. Considere o quanto você foi perdoado, e quanta misericórdia lhe tem sido demonstrada.

"Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou." (Efésios 4:32)

3. Considere sua própria pecaminosidade e tire a trave de seu próprio olho.

"Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão." (Mateus 7:3-5)

4. Pense no quanto você não quer dar lugar ao diabo, porque a ira guardada é algo que a Bíblia diz explicitamente que abre a porta e o convida a entrar.

"Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo." (Efésios 4:26-27)

5. Considere a insensatez do sofrimento que você está causando a si mesmo, isto é, os vários efeitos prejudiciais da raiva para aquele que está irado - alguns espirituais, alguns mentais, alguns físicos e alguns relacionais.

"Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal; será isto saúde para o teu corpo e refrigério, para os teus ossos." (Provérbios 3:7-8)

6. Confesse seu pecado de ira a um amigo de confiança e também se possível ao seu ofensor. Isso é um ótimo ato de cura.

"Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados." (Tiago 5:16)

7. Deixe que a sua raiva seja a chave para destrancar as masmorras do orgulho e da auto-piedade no seu coração e substituí-los por amor.

"O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." (1 Coríntios 13:4-7)

8. Lembre-se que Deus agirá em todas as coisas para o seu bem conforme você confia em Sua futura graça. Seu ofensor está até te fazendo bem se você reagir com amor.

"Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." (Romanos 8:28)

"Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes." (Tiago 1:2-4)

9. Lembre-se de que Deus irá justificar a sua causa e resolver todas as coisas de uma forma melhor do que você poderia. Ou o seu ofensor vai pagar no inferno, ou Cristo já pagou por ele. Então sua vingança seria um castigo duplo ou uma ofensa à cruz.

"Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor." (Romanos 12:19)

"O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente" (1 Pedro 2:23)

Lutando por alegria e amor com você,

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in physical form, in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For posting online, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. For videos, please embed from the original source. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org