Nosso Incenso Diante do Cordeiro

Você já pensou nas suas orações como sendo o aroma do céu? A Semana Santa me levou a ler Apocalipse 4 e 5 novamente. Aqui está uma rápida visão da vida no céu. No Capítulo 5, nós vemos o Deus Todo-Poderoso assentado no trono com um livro na mão. O livro tinha sete selos. Todos tinham que ser abertos antes, para que o livro pudesse ser aberto. Eu acredito que a abertura do livro representa os últimos dias da história, e a abertura dos sete selos representa o tipo de história que nós iremos passar, conforme avançamos para aqueles dias.

Primeiro, João chorou porque não havia ninguém digno de abrir o livro, nem mesmo olhar para ele (5:4). Mas então, o ancião no céu diz, "Não chores! O Leão de Judá venceu para abrir o livro e os seus sete selos" (5:5). Morrendo na cruz, Jesus adquiriu o direito de abrir o restante da história redentora e conduzir Seu povo vitoriosamente através dela.

No próximo versículo, o Leão é representado como um Cordeiro, "de pé, como tendo sido morto" (5:6). Não é esta uma bela imagem da vitória de Jesus na cruz? Ela é tão certa como a imagem de um leão devorando o inimigo; mas a maneira pela qual ele conquistou a vitória foi deixando o inimigo imolá-lo como um cordeiro!

Então, agora o Cordeiro é digno de pegar o livro da história redentora da mão de Deus e abrí-lo. Esse é um ato tão majestoso que os vinte e quatro anciãos do céu (o conselho adorador de Deus, por assim dizer) prostraram-se diante do Cordeiro em adoração. E eles tinham duas coisas em suas mãos: uma harpa e uma taça dourada com incenso. Com elas, eles adoram Cristo cantando: "Digno és de tomar o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste morto e com o teu sangue resgataste homens para Deus!"

E você sabe o que são as taças douradas com incenso? O versículo 8 diz que elas são "as orações dos santos." Não significa isto que nossas orações são o aroma do céu, doce perfume diante do trono de Deus e perante o Cordeiro? Eu fico fortalecido e encorajado a orar mais vezes e mais vigorosamente, quando penso que minhas orações estão sendo reunidas e armazenadas no céu, e oferecidas a Cristo repetidamente em atos celestiais de adoração.

Vamos todos exaltar, honrar e adorar Cristo aqui embaixo com nossas orações, e então regozijar-nos duplamente, para que o conselho de adoração dos céus as ofereça novamente a Cristo como aroma agradável diante do Cordeiro que foi morto.

Em espírito de oração,

Pastor John