Algumas Perguntas a Fazer Quando Consideramos um Emprego

1. Você pode sinceramente fazer todas as partes do trabalho "para a glória de Deus", isto é, de forma a destacar o Seu valor superior sobre todas as outras coisas? "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus" (1 Coríntios 10:31).

2. Aceitar este emprego é parte de uma estratégia para crescer em santidade pessoal? “Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação” (1 Tessalonicenses 4:3).

3. Este emprego ajudará ou atrapalhará seu progresso em estimar o valor do conhecimento de Jesus Cristo seu Senhor? “ Mas o que para mim era lucro passei a considerá-lo como perda por amor de Cristo” (Filipenses 3:7).

4. Este emprego o pressionará para pensar, sentir ou agir contra seu Rei, Jesus? “Porque vocês foram comprados por Cristo, e por um alto preço; não se tornem portanto agora escravos dos homens” (1 Coríntios 7:23).

5. Será que este emprego o ajudará a estabelecer um padrão de vida que renderá um envolvimento significativo no cumprimento do grande propósito de Deus de exaltar a Cristo entre todos os povos não alcançados do mundo? “Toda a autoridade no céu e na Terra me foi dada, disse Jesus aos discípulos. Portanto, vão e façam discípulos entre todos os povos. Baptizem-nos em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. Ensinem-lhes a obedecer a todos os mandamentos que vos dei. Fiquem certos de que estou sempre convosco até ao fim do mundo” (Mateus 28:18-20).

6. Será que este emprego será digno das suas melhores energias? “Tudo o que fizeres, fá-lo bem, porque na morte, para onde acabarás por ir, não há realizações, nem planos a fazer, nem coisas a compreender e a analisar” (Eclesiastes 9:10).

7. Será que as atividades e o ambiente deste emprego tendem a lhe moldar ou você terá a oportunidade de moldá-los para os propósitos de Deus de magnificar a Cristo? “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente” (Romanos 12:2).

8. Será que este emprego lhe proporcionará a oportunidade de ser cristão radicalmente, deixando sua luz brilhar pelo amor de seu Pai, ou será que a sua participação na visão da empresa por definição tende a apagar seu pavio? “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus” (Matthew 5:16).

9. Será que o objetivo deste emprego é coerente com uma intensidade crescente na sua vida de ser radicalmente, publicamente, frutiferamente dedicado a Cristo a todo custo? “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me” (Marcos 8:34).

10. Será que este emprego é um bom investimento da sua vida quando estes "dois segundos" de preparação para a eternidade acabarem? “No entanto, não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece” (Tiago 4:14).

11. Este emprego encaixa com o motivo pelo qual você crê ter sido criado e comprado por Cristo? “A todo aquele que é chamado pelo meu nome, e que criei para minha glória” (Isaias 43:6-7). “Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo” (1 Coríntios 6:20).

12. Será que isto se encaixa com a verdade suprema de que todas as coisas existem para Cristo? “Porque nele foram criadas todas as coisas...tudo foi criado por [Cristo] e para ele” (Colossenses 1:16).

Para a supremacia de Deus em todas as coisas,

Pastor John

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org