Através do Lavar da Regeneração

Titus 3:1–8

Lembra-lhes que se sujeitem aos que governam, às autoridades; sejam obedientes, estejam prontos para toda boa obra, 2 não difamem a ninguém; nem sejam altercadores, mas cordatos, dando provas de toda cortesia, para com todos os homens. 3 Pois nós também, outrora, éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros. 4 Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, 5 não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, 6 que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador, 7 a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna. 8 Fiel é esta palavra, e quero que, no tocante a estas coisas, faças afirmação, confiadamente, para que os que têm crido em Deus sejam solícitos na prática de boas obras. Estas coisas são excelentes e proveitosas aos homens.

Veja a palavra regeneração no versículo 5: “não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele [isto é, Deus] nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo.” Regeneração é uma outra forma de falar sobre o novo nascimento, ou o segundo nascimento ou nascer novamente. Então este é o nosso foco hoje novamente. O novo nascimento. Ou: regeneração.

Nós conversamos sobre o que é o novo nascimento. E nós conversamos sobre porque ele é necessário. E na última mensagem desta série, nós conversamos sobre como ele acontece. Hoje nós continuaremos com esta pergunta: Como Deus faz acontecer o novo nascimento? Entretanto, em primeiro lugar há alguns novos sinais importantes aqui sobre o que é isso e porque nós precisamos dele. Considere cada um.

Novos Sinais Sobre o Novo Nascimento

Reflita sobre um sinal incomum sobre o que é o novo nascimento. A palavra para regeneração no versículo 5 (“[Deus] nos salvou mediante o lavar regenerador” [palingenesias em Grego]) é usada em somente mais um lugar na Bíblia, a saber, em Mateus 19:28. Jesus disse para os doze apóstolos, “Em verdade vos digo que vós, os que me seguistes, quando, na regeneração (tradução livre do Grego [ en te palingenesia]), o Filho do Homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel." Esta é uma referência ao renascimento da criação. É como dizer "nos novos céus e na nova terra" que Isaías falou em Isaías 65:17 e 66:22.

1) A Regeneração de Toda Criação

Jesus entende o novo nascimento como algo que irá acontecer a toda criação, não somente com os seres humanos. Os humanos não são os únicos seres que estão decaídos, contaminados e desordenados. Toda a criação está. Porquê? A resposta é que, quando os seres humanos pecaram bem no começo, Deus fez de toda a criação uma mostra visível dos horrores do pecado. Doença, degeneração, desastres naturais - estes são todos partes das imagens visuais, audíveis, palpáveis do choque moral que é que o pecado entrou no mundo e permeia o mundo.

A passagem Bíblica mais importante sobre isso é a de Romanos 8:20-23. E é importante para este sermão por que ela confirma e explica o que Jesus disse sobre a criação passando por um “novo nascimentos” – a “regeneração”.

Pois a criação [Toda ela! Não somente as pessoas.] está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou, [a saber, Deus, já que somente Deus pode sujeitar a criação à vaidade na esperança</e,>] na esperança de que a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. [Vai haver uma grande renovação um dia e irá acontecer de forma que a criação se junte aos filhos de Deus em sua gloriosa renovação] Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora. [Há a metáfora do novo nascimento, exatamente como disse Jesus.] E não somente ela, mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo.

Portanto, se juntamos tudo isso a foto para ser algo assim: o propósito de Deus é que toda criação nasça novamente. Isto é, todo o universo irá substituir sua futilidade, corrupção, doença, degeneração e desastres com toda uma nova ordem – um novo céu e uma nova terra. Esta será a grande, universal regeneração. O grande, universal novo nascimento.

Quando Paulo usa esta palavra em Tito 3:5, ele quer que vejamos que nosso novo Nascimento é uma parte disso. O frescor que temos devido a nossa regeneração no tempo presente é a primícia de uma renovação maior que teremos quando nossos corpos forem feitos novos como parte do universo sendo restaurado. Paulo disse em Romanos 8:23, “Nós, que temos as primícias do Espírito [por que nós nascemos novamente pelo Espírito] igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo.”

Então, quando voce pensar em seu novo nascimento, pense nele como a primeira parcela do que está vindo. Seu corpo e o mundo inteiro irão um dia fazer parte desta regeneração. O propósito final de Deus não é almas espiritualmente renovadas habitando corpos decrépitos em um mundo doente e devastado. Seu propósito é um mundo renovado com corpos renovados e alma renovadas que usam todos os sensos renovados e fazer deles um meio de se alegrar e louvar a Deus.

Quando voce ouvir a palavra regeneração em Tito 3:5 entenda como isso é grandioso. “[Deus] nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo.” Quando ele diz no versículo 7 que o objetivo do novo nascimento é “que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna.” ele quer dizer herdeiros de tudo incluído naquela vida eterna – novos céus, nova terra, novo corpo, novos relacionamentos aperfeiçoados, uma nova visão visão sem pecado de tudo que é bom e glorioso, e novas capacidades para um tipo de prazer em Deus que irá exceder todos os seus sonhos.

Este é o sinal incomum do que é o novo nascimento: é a primeira parcela da regeneração universal, final do universo.

2) Por Que Nós Precisamos Desta Regeneração

Então há um sinal claro por que nós precisamos desta regeneração. É encontrado no versículo 3: “Pois nós também, outrora, éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros.” Esta não é uma descrição da criação material. É uma descrição do coração humano. Aqueles são todos males morais, não males físicos. Néscio. Desobediente. Desgarrado. Escravo de prazeres pecaminosos. Malícia. Inveja. Odiado e odiando. Nós estamos todos no meio disso de alguma forma.

A razão por que precisamos da regeneração é que Deus não irá receber corações como esses em Sua nova criação. Como disse Jesus, a menos que nasçamos novamente, nós não veremos o reino de Deus (João 3:3). É por isso que todos nós precisamos nascer novamente.

O Significado da Graça: Mas Deus...

A seguir vem uma das frases mais preciosas na Bíblia (versículo 4): “Mas...Deus”. Nós éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando. Mas...Deus...” Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus...e o seu amor...ele [Deus!] nos salvou”

Esta é a mesma sequência maravilhosa que nós vemos em Efésios 2:3-5: “[Nós estávamos] fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais. Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos.” Nós estávamos mortos, mas Deus nos fez vivos. Este é o significado da graça. Os mortos não podem fazer nada para ressuscitar a si próprios. Mas Deus...

Isto é o que temos aqui em Tito 3:3-5. Éramos escravos do pecado e prazeres que eram tão poderosos que não conseguíamos provar e ver que o Senhor era bom. No que diz respeiro a nossa habilidade para conhecer, confiar, e amar a Deus, nós estávamos mortos. Mas...Deus. Versículo 4-5: “porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, 5 não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo.”

Como o Novo Nascimento Acontece?

Então nos voltamos agora para a pergunta de hoje: Como Deus faz isto? Como o novo nascimento acontece? Da mesma maneira que nós vemos nas palavras de Jesus em João 3, Paulo descreve regeneração como uma limpeza e uma renovação. No final de Tito 3:5, Paulo diz que Deus nos salvou “mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo.” Regeneração é um tipo de lavagem. E regeneração é um tipo de renovação.

Lembre-se que Jesus disse em João 3:5, “quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus.” Então em João 3, voce nasceu da água e do Espírito. E em Tito 3, voce tem o lavar da regeneração e a renovação no Espírito Santo.

Meu argumento em João 3 foi que esta linguagem de água e Espírito veio de Ezequiel 36:25-27 onde Deus promete ao seu povo,

Então, aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo;... Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos.

Jesus estava dizendo que o tempo da nova aliança chegou. A promessa de Ezequiel está acontecendo pelo Espírito em conexão comigo. O Espírito dá vida (João 6:63). E Eu sou o caminho a verdade e a vida (João 14:6). E quando o Espírito conecta você a mim, pela fé você experimenta um novo nascimento. E existem pelo menos duas formas de ver isto: limpeza de tudo que é passado e renovação de tudo que é futuro.

Ambos, Limpoe Novo

Então quando Paulo diz no versículo 5 que Deus "nos salvou...pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo" ele quer dizer basicamente a mesma coisa: As promessas da nova aliança chegaram. O começo do reino de Deus é aqui. A "regeneração" final e universal se iniciou. E seu novo nascimento é o limpar de todos os pecados que você já cometeu; e é a criação de uma nova natureza pelo Espírito Santo.

Você continua sendo você após o novo nascimento. Entretanto, há duas mudanças: Você está limpo, e você está novo. Isto é o que significa ser nascido de novo, regenerado.

Como foi que Deus fez isso?

O que Paulo quer enfatizar aqui é que acontece devido a como Deus é, não devido ao que fizemos - mesmo se fizemos algo em retidão. Os versículos 4 e 5 dão três descrições de como Deus é e contrastam isto com qualquer coisa que nós possamos tentar fazer para nascermos novamente. "Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo."

A Salvação é a idéia abrangente neste texto (versículo 5: "ele nos salvou"). Porém a forma específica que ele faz isso é a regeneração. Paulo rastreia ambos de volta para a "benignidade", o "amor" (versículo 4), e sua "misericórdia" (versículo 5). Esta é a resposta final de Paulo para a pergunta de como Deus regenera os pecadores. Deus é bom. Deus é amor. Deus é misericordioso.

1) Pela amabilidade de Deus

Se você é nascido de novo - se você foi acordado da morte espiritual, e recebeu olhos para ver, orelhas para ouvir, um senso espiritual para experimentar que Jesus é supremamente satisfatório, e um coração para confiar nele - é graças a bondade de Deus. Aquela palavra-chave no versículo 4 (chrestotes significa afabilidade or bondade. Paulo usa esta palavra em Efésios 2:7: "[Deus nos ressuscitou] para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus."

Deus ama nos encher de ternura. Quanto maior é sua concepção de Deus, mais incrível isso é. Deus é o criador do universo. Ele sustenta a existência das galáxias. Ele governa tudo que acontece no mundo, até a queda de um passarinho e a mudança na cor de seu cabelo. Ele é infinitamente forte e sábio e santo e justo. E Paulo diz que ele é gentil, amoroso. E por causa desta amabilidade nós nascemos de novo. Deixe sua própria existência como um Cristão te dizer a cada hora de cada dia: Deus é gentil com você.

2) Pela filantropia de Deus

A segunda maneira que Paulo descreve a Deus é traduzida como "benignidade" na versão ESV (English Standard Version). A palavra é philanthropia de onde derivamos nossa palavra filantropia. Amor à humanidade. Esta não é uma palavra comum para o amor de Deus. Na realidade, só aparece aqui no Novo Testamento. Paulo diz que o coração de Deus tende a fazer bem à humanidade. Ele é, no sentido mais alto, um filantropista. Então Paulo está dizendo que se voce é nascido de novo, isto aconteceu devido a inclinação de Deus em abençoar a humanidade.

Ele então diz algo absolutamente essencial e Cristo-exaltante. Ele diz no versículo 4 que essa benignidade e essa inclinação em abençoar a humanidade se "manifestou". Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, ele nos salvou...mediante o lavar regenerador". O que isto quer dizer? A benignidade e o amor de Deus se manifestaram. Isto significa que se eles simplesmente ficassem lá em Deus e não descessem e tomassem a forma humana entre nós, eles não salvariam a ninguém.

Jesus: A Aparição da Benignidade e Filantropia de Deus

Como eles apareceram? Como a benignidade e amor de Deus apareceram? A resposta é encontrada notando-se o fato que Deus é chamado "nosso Salvador" no versículo 4 (" se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador"). E Jesus é chamado de "nosso Salvador" no versículo 6: "que [isto é, o Espírito] ele [Deus] derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador". Em outras palavras, Deus "nosso Salvador" se manifestou na pessoa de Cristo "nosso Salvador". Jesus é a manifestação da benignidade e amor de Deus.

Isto significa que nossa regeneração é graças ao trabalho histórico de Cristo. Nós temos visto isso todo o tempo. O novo nascimento não é uma vaga mudança espiritual desconectada da história. É um ato histórico objetivo do Espírito de Deus nos conectando pela fé ao Senhor Jesus histórico, encarnado - a manifestação - de forma que a vida que ele tem agora como o Salvador crucificado e ressurreto veio a ser a nossa vida porque nós estamos unidos a ele. O novo nascimento acontece porque Jesus veio ao mundo como a benignidade e amor de Deus e morreu pelos pecados e ressuscitou novamente.

3) Pela Misericórdia de Deus, Não Nossas Obras

Nós encerramos mencionando o terceiro aspecto da natureza de Deus que explica nosso novo nascimento, e mencionando o oposto, o que explicaria nosso novo nascimento através de nossas próprias obras. Versículo 5: "Ele nos salvou não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, mediante o lavar regenerador."

Misericórdia. Se você é nascido de novo, você deve isto à misericórdia de Deus. Deus é misericordioso. Nós não merecíamos ser nascidos de novo. Nós éramos duros, resistente e espiritualmente mortos. Deus seria justo em passar despercebido por nós. "Mas Deus, sendo rico em misericórdia...estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo" (Efésios 2:4-5). Nós devemos nossa nova vida - nosso novo nascimento - à misericórdia.

Não Nossas Melhores Obras e Melhores Motivos

Deus é gentil. Deus é amoroso com a humanidade. Deus é misericordioso. Assim é como nós nascemos novamente. Deus o fez. Paulo poderia ter parado por aí. Somente afirmações positivas, mas ele não parou. Ele disse no verso 5, " ele nos salvou não por obras de justiça praticadas por nós." Ele conhece nossas tendências. Nós temos a tendência a acreditar que se algo bom acontece conosco, deve ser por que nós fizemos algo bom. Paulo sabe isso sobre nós, e ele nos avisa.

Quando o assunto é salvação através do novo nascimento, não pense desta forma. Observe cuidadosamente, ele não diz: Esta salvação não é graças a obras feitas em legalismo. Ele diz: Esta salvação - este novo nascimento - não é devido a obras de justiça. Estão excluídas não só nossas piores obras e os piores motivos, mas até mesmo nossas melhores obras e pelos melhores motivos. Estas obras não fizeram você regenerar; elas não fazem você ficar regenerado. Ficar regenerado é que as causa.

Não o Batismo

Esta é uma razão por que eu penso que "o lavar da regeneração" no versículo 5 se refira ao batismo. Seja a circuncisão no velha aliança ou batismo na nova aliança - não são boas coisas que fazemos que nos faz sermos nascidos de novo. A ternura de Deus. O amor de Deus. A graça absolutamente gratuita de Deus explica nosso novo nascimento. Não circuncisão. Não batismo. Não alguma obra de justiça feita por nós. O novo nascimento vem e traz atos de justiça com ele, não o contrário.

Alegremente se Submeta à Misericórdia de Deus

Que Deus te dê olhos para ver que nada poderia te fazer mais humilde, e nada poderia te fazer mais feliz do que a verdade que voce nasceu novamente, não devido a algo que você tenha feito, mas devido a misericórdia de Deus. Submeta-se a isso, e seja feliz.

©2014 Desiring God Foundation. Used by Permission.

Permissions: You are permitted and encouraged to reproduce and distribute this material in its entirety or in unaltered excerpts, as long as you do not charge a fee. For Internet posting, please use only unaltered excerpts (not the content in its entirety) and provide a hyperlink to this page. Any exceptions to the above must be approved by Desiring God.

Please include the following statement on any distributed copy: By John Piper. ©2014 Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org